domingo, 25 de março de 2012

Prostituição X Conservadorismo


Olá amores,
 Hoje vamos ser objetivos e falar sem rodeios sobre " Prostituição ".
  Se vc não gosta de ouvir verdade, recomendo que pare de ler este post por aqui mesmo.
 Ando cansada de ver pessoas serem julgadas e condenadas, por juizes podres .
 Tenho recebido por email, mensagens no facebook e outros meios, propostas, envolvendo sexo e dinheiro todos os dias. Agradeço, pelos altos valores oferecidos....kkkkkkk, mas não obrigada..Primeiramente, vamos esclarecer uma coisa, eu não sou e nunca fui prostituta, embora não me importe em trabalhar diretamente com pessoas ligadas a área ( e diga-se de passagem, nunca tive preconceito nenhum contra quem faz...fique isto bem claro, cada um cuidando da sua vida, não estou aqui para dar lição de moral para ninguem, nem tenho moral para isto..).
 Trabalho com produções fotográficas há 3 anos, e a 2 anos criei meu próprio stúdio especializado em ensaios sensuais. Trabalho com prostitutas, prostitutos, travestis, mulheres e homens casados que querem presentear os parceiros com ensaios fotográficos sensuais, e só isto, já foi suficiente para acharem que tenho chifre e rabo...rsrs.
 O que tem demais nisto?
 Não é igual o trabalho das revistas Playboy ou Sexy?
 As pessoas tem sido preconceituosas, ignorantes e pequenas, ao julgar quem trabalha com sensualidade.
 Por total incapacidade de raciocínio ou falso moralismo talvez.
 Nasci numa cidade pequena, e já viajei o mundo, vi muitas pessoas sairem na noite e terem relações sexuais gratuitas com 1,2,3 ou mais pessoas. Seriam estas meninas e meninos mais dignos do que uma prostituta que transa para pagar sua contas e criar seus filhos?
 Ninguém melhor do que você, para saber o que é melhor para sua vida, quem sou eu, ou outro
para dizer que tal pessoa esta certa ou errada.
 Bem, o que falar sobre uma das profissões mais antigas na humanidade?
 A protituição, é algo, relatado até na Bíblia, onde Jesus, perdoou Maria Madalena e impediu que ela fosse apedrejada, por filhos da puta conservadores.
 Quem não tiver pecado que atire a primeira pedra...lá ninguém jogou...
Se fosse hoje em dia, coitada, ela teria virado purê...kkkkkkkkk
 Vamos entender, o que é exatamente a prostituição, antes de falar mais sobre.
 A prostituição, pode ser definida como a troca de favores sexuais por interesses não sentimentais, afetivos  ou prazer. Apesar de comumente a prostituição consistir numa relação de troca entre sexo e dinheiro esta não é uma regra. Pode-se trocar relações sexuais por favorecimento profissional, por bens materias (incluindo-se o dinheiro) e até mesmo por informação...
 Ou seja, até pessoas que se julgam não prostitutos, podem estar se prostituindo, quando se relacionam buscando no seu parceiro a troca de algo...
 Em muitas relações, os individuos se envolvem por uma oportunidade
de melhorar sua posição profissional, financeira , influência social e algumas vezes até mesmo por simples status...( as marias chuteiras, são um bom exemplo disto...rs)
 As pessoas estão sempre se protituindo, sem nem ao menos se dar conta disto.
 Mas é tão conveniente pensar que só é prostituição, o ato de transar por dinheiro, para assim se fazer de superior...
 Sociedade hipócrita, sem nenhum valor moral....
  A prostituição, se prolonga durante toda nossa existência, tanto que durante a idade média houve a tentativa de eliminar a prostituição, impulsionada pela moral cristã ( como se a igreja tivesse moral para isto, o que é pior, a prostituição, ou a pedofília dos santos...). Em contrapartida, havia o culto ao casamento cortês, onde a política e a economia sobrepujavam aos sentimentos, e as uniões eram arranjadas somente por interesse (que por si só já poder-se-ia considerar como prostituição), reforçam ainda mais a prostituição.Tentaram eliminar, simplesmente organizando...rsrs, colocaram foi pano quente...
 Alguns países já reconhecem legalmente a prostituição como profissão, a Alemanha e outros países de primeiro mundo,adotaram leis, que tratam a prostituição como se fosse qualquer outro negócio. O governo da Bélgica apresentou um projeto de lei para legalizar os bordéis, medida que a Nova Zelândia já adotou . Os holandeses legalizaram os bordéis, e na cidade de Amsterdã, as mulheres ficam até em vitrines, expostas para seus consumidores, e passaram a ter os direitos de qualquer trabalhador: carteira assinada, plano de saúde e aposentadoria.
Em contrapartida, vão descontar para a previdência e pagar imposto de renda, como todo mundo. A Alemanha adotou legislação semelhante . Apesar de levantar discussões com a igreja e as partes mais conservadoras da sociedade, do ponto de vista pragmático, quem defende a legalização argumenta que a mais antiga das profissões é impossível de ser eliminada, e torná-la legal é uma forma de controlar doenças, combater o crime, a prostituição de menores e criar mais uma fonte de impostos.
No entanto, tanto na Holanda como na Alemanha e na Nova Zelândia foram estabelecidas restrições. A idade mínima para a prostituição é 18 anos e, no caso holandês e no neozelandês, os prostíbulos precisam de licenças especiais. Em alguns países em desenvolvimento, a situação é mais confusa, como no Brasil por exemplo, onde o país evoluiu, mas a mentalidade das pessoas, ainda vive atrasado, apegado a valores que ninguém mais pratica, mas insiste em pregar...
 Sei que as pessoas mais conservadoras ( ainda existem?? ah tá, deve morar ao lado do papai noel..rs), vão alegar que defendo a prostituição, que sou uma prostituta e por ai vai...
 Para ser sincera, eu sei bem quem eu sou, minha família sabe quem eu sou, quem me conhece também sabe quem eu sou, estou tranquila diante de Deus, não preciso provar nada para ninguem..quem não me conhece, o que acha ou deixa de achar...quero mais é que vai se danar...enfia seu achismo no C*****....hehehe
 Para encerrar. Quem é mais digno? Quem é remunerado para ter relações, ou quem precisa pagar pelas relações?
 Pergunta dificil esta....
Na minha opinião, ninguem é mais digno que ninguem, se torna digno, quem vive sua vida, com caráter sem fazer mal a ninguém e aprende a respeitar os outros...
 Seja este preto, branco, gordo, magro, prostituta, padre, freira, velho, novo, aliénigena...cachorro...
 Eu respeito a tudo e a todos...(bem, quase todos né...algumas pessoas, quero mais é que vão para o inferno, mas não sigam meu exemplo, eu não valo muita coisa...rs...)
 Bejinhos
Tenham todos uma maravilhosa semana!!

Marcia Idelfonso

Um comentário:

Paulo Paiva disse...

A caravana passa e os cães ladram, Márcia. O engraçado é que as pessoas que criticam não devem ter moral nem para julgar uma pulga. Jesus, o Mestre, não nos julgou. Quem neste mundo é digno de nos julgar então? Siga em frente e deixem os cães latindo.